Assuntos do momento

Você sabe a diferença entre bistrô, café e brasserie?

Você sabe a diferença entre bistrô, café e brasserie?

Você sabe a diferença entre bistrô, café e brasserie? Você fica sempre na dúvida qual a diferença entre esses lugares? É comum que muitas pessoas não saibam ou não percebam a diferença, afinal, é fácil confundir.

Porém, se você é um amante da cultura francesa – ou sente um pequeno interesse em conhecer mais sobre a França -, é importante saber diferenciá-los. Porque? Pois assim você saberá o que tem de especial em cada um deles, além de conhecer um pouco mais sobre a cultura gastronômica francesa.

Pensando nisso, resolvi criar um pequeno resumo sobre os 3 principais tipos de restaurantes e as diferenças entre eles. Quer saber mais? Allons-y !

Quadro de Jean Béraud denominado ‘Au Bistro’

Bistrô

Costuma ser um lugar pequeno, alguns possuem apenas cinco ou seis mesas. A teoria de sua popularidade vem da Segunda Guerra Mundial: as mulheres precisavam trabalhar para conseguir complementar a renda – ou se sustentar – , dessa forma, começaram a abrir suas casas para vender refeições ao público.

Um bistrô é sempre um endereço mais frequentado pelos habitantes do bairro, mas quando um chef se destaca, o bistrô passa a atrair franceses de outras regiões e turistas. O bistrô possui horários rígidos e abre somente para o almoço (12h às 14h30) e o jantar (19 às 22h30).

Cardápio do bistrô

O cardápio é baseado nos produtos da estação. As receitas variam para acompanhar as estações do ano, mas essa prática visa sobretudo fidelizar a clientela.

Se o cliente retorna com frequência e a escolha é pequena, no final de algumas semanas o cardápio se renova.

O bistrô reflete a criatividade do seu chef e seu contato com outras tradições culinárias. É uma cozinha autoral e é recomendado fazer reserva.

Café

Figurinha presente em quase todos os cantos da França. Quem não gosta de ficar um tempinho nas suas famosas varandas, para tomar cafezinho ou chocolate quente, para degustar taça de vinho ou champanhe?

Assim como os brasileiros, os franceses amam um bom café. Eu, como franco-brasileira-, sou completamente suspeita para comentar sobre café. Portanto, se você estiver na França, não deixe de tomar um bom café francês! Ou, se preferir, um pouco de chá, afinal, os franceses também tem uma história interessante com o chá.

Cardápio do Café

O forte dos cafés não é a cozinha. Por isso, se estiver com fome prefira as escolhas simples como omeletes, saladas e sanduíches. Para ajudar sua escolha, os dois mais famosos sanduíches franceses são o croque-monsieur e o croque-madame. A diferença entre os dois é o ovo que acompanha o madame.

Para saber se o sanduíche estava bem feito, ele deve ser feito com pão de forma, presunto, queijo, creme bechamel e tostado. É crocante por fora, macio e suculento no interior. Se estiver seco, é sanduíche congelado e requentado. Alguns estabelecimentos fogem dessas regras. 

Brasserie

É o maior de todos e instalado em amplos espaços. Muitas delas possuem dois andares. As brasseries ficam abertas o dia todo para café da manhã, almoço, aperitivo e jantar. Talvez esta seja sua principal característica e um dos segredos de sucesso. No cardápio das brasseries a escolha é grande e variada. 

Cardápio da Brasserie

De acordo com a tradição, as brasseries sempre propõem frutos do mar e pratos típicos da cozinha francesa como ovo maionese, omeletes, filés com molho de cogumelos ou molho de pimenta do reino, peixes fritos com purê de batata.

Também podem ter chucrute, tartare de carne de vaca, crème brulée, mousse de chocolate, pêra Belle Hélène. Os cardápios das brasseries não variam e o cliente sabe o que vai encontrar.

aprender francês no café

Quais desses lugares você mais gosta e por qual motivo? Escreva aqui nos comentários! E se você gostou do texto, compartilhe com amigos, conhecidos, vizinhos!

Quer visitar e conhecer?

Agora que você entendeu a diferença entre bistrô, café e brasserie, qual você está com vontade de visitar? Se realmente quiser se planejar para conhecer um pouco mais dessa cultura francesa, eu posso te ajudar! Irei compartilhar agora com você a maior dica de todas: estude francês.

É possível visitar qualquer lugar da França sem saber francês, mas não quer dizer que será proveitoso. Aliás, você provavelmente terá uma experiência pouco agradável e se sentirá frustrado depois da viagem. 

Mas, mais do que aprender francês, você precisa ativar o francês.

Quer ir além no aprendizado?

Me siga no Instagram e YouTube para ficar por dentro de vários conteúdos incríveis sobre a língua, cultura e literatura francesa!

À la prochaine,

Elisa.

Participe do nosso grupo no Telegram!